Fazer de todos os dias o Dia da Mulher: campanha da Sodexo estimula o empoderamento feminino

08 de Março de 2018
 

Nas últimas décadas, conquistamos alguns avanços, com cada vez mais mulheres no mercado de trabalho e no controle das decisões sobre suas vidas, mas ainda há muitos campos para avançarmos. De fato, de acordo com estudos recentes, estamos 217 anos mais distante de conseguir a igualdade entre gêneros.


No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, reforçamos os compromissos com um futuro mais igualitário e que respeite a diversidade, tanto no mercado de trabalho quando no dia a dia, com a campanha "Fazer de todos os dias o Dia da Mulher".


Mais mulheres na liderança


Apesar das mulheres ocuparem 44% das vagas de trabalho brasileiras (IBGE),  de acordo com a pesquisa International Business Report (IBR) - Women in Business, da Grant Thornton, o índice de mulheres em cargos de CEOs e diretoras executivas no Brasil não ultrapassa os 16%.

 

Com o objetivo de expandir a ideia do Dia Internacional da Mulher muito além de uma data apenas de presentinhos e mimos, a campanha "Fazer de todos os dias o Dia da Mulher" estimula uma reflexão e propõe um dia a dia corporativo em que as mulheres tenham um ambiente respeitoso, igualitário e que ofereça oportunidades reais de ascensão na carreira.


Ações e iniciativas da Sodexo sobre o tema


Na Sodexo, por meio de ações de Diversidade & Inclusão, há o compromisso de ter 40% dos cargos de liderança sênior assumidos por mulheres até 2025. Para cumprir essa ambição, a Sodexo Brasil tem uma série de iniciativas próprias, como um Grupo de Liderança Feminina,  que tem o objetivo de promover a igualdade de gênero dentro da empresa e proporcionar o desenvolvimento e crescimento profissional das mulheres em todos os segmento. A nível global, o Grupo Sodexo tem o Sodexo Women's International Forum for Talent, SWIFt, (sigla em inglês). Ele foi criado em 2009 para acelerar o equilíbrio de gênero dentro da companhia, por meio do impulso pessoal, compromisso e incentivo dos líderes a nível global. O SWIFt reúne 35 líderes seniores representando 15 nacionalidades diferentes de 4 continentes e de todas as áreas da organização. O grupo tem como objetivo aumentar a representação das mulheres em posições de liderança por meio de iniciativas tangíveis como:


- Aumentar o número de mulheres nas operações;

- Criar uma cultura de Inclusão;

- Servir como modelos e defensores da diversidade de gênero.


A Sodexo apoia, ainda, os WEP's Mulheres (WEPs - Women's Empowerment Principles), uma iniciativa da ONU Mulheres e do Pacto Global que estabelece 7 princípios para o meio empresarial, com o objetivo de empoderar as mulheres no ambiente de trabalho, no mercado profissional e na comunidade. Somos parceiros, também, do projeto Empoderando Refugiadas. é uma iniciativa do Grupo de Direitos Humanos e Trabalho da Rede Brasil do Pacto Global, junto com a Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e outras instituições. O intuito do projeto é preparar as mulheres refugiadas para ingressarem no mercado de trabalho ou atuarem como empreendedoras no Brasil.  As mulheres apoiadas participam de workshops de assuntos relevantes para que estejam preparadas para enfrentar os desafios do mercado de trabalho (planejamento financeiro e profissional, direitos como refugiadas, mulheres trabalhadoras e habilidades práticas para melhorar o português).  A Sodexo, pelo programa, fez a contratação de refugiadas que estão trabalhando em nosso escritório em São Paulo e nas nossas operações.


Atualmente, no Grupo Sodexo, 54% dos 427 mil colaboradores mundiais são mulheres e temos 32% de mulheres em cargos de liderança, com o Conselho de Administração já equilibrado. No Brasil, 70% de nossos colaboradores são mulheres e 50% do Comitê de Liderança Regional também é composto por mulheres.


Como indicou Andreia Dutra, primeira mulher a assumir o cargo de presidente na Sodexo no Brasil, em recente entrevista para a CBN, também é necessário mudar o conceito cultural de que as mulheres não são preparadas para liderança de grandes empresas. "A mulher tem que ser preparada para as oportunidades que surgem ao longo da carreira. A mulher muitas vezes coloca barreiras achando que ainda não está pronta ou capacitada, por isso, um dos pontos que nós da Sodexo estamos investindo globalmente é a questão do mentoring para mulheres que estão em ascensão de carreira ou que querem progredir em outras áreas da organização", declarou Andreia durante a entrevista.  

Acreditamos que a diversidade é uma fonte de inovação. Assim, na prática, estimular a sociedade e mercado de trabalho a abraçar a diversidade deve se tornar um hábito, valorizando talentos e permitindo que todos avancem na carreira com oportunidades iguais, todos os dias. Só assim tornaremos o Dia Internacional da Mulher um dia de celebração, de fato.  

 
Saiba mais, assista:

Leia mais

Todos os direitos reservados Webcompany