Blog

Dia Mundial da Saúde Mental: é hora de conversarmos sobre saúde mental

saúde mental

As questões relacionadas à saúde mental têm se tornado cada vez mais comum ao redor do mundo. Sabendo da importância de tratar esse problema, a Federação Mundial de Saúde Mental, criou em 1992, o Dia Mundial da Saúde Mental. A data comemorada no dia 10 de outubro, têm como seus principais objetivos difundir conhecimento, quebrar tabus e ajudar no tratamento de transtornos mentais. 

Nós, da Sodexo Serviços, nos importamos com a Qualidade de Vida de todas as pessoas com quem lidamos direta e indiretamente e, por isso, não poderíamos deixar a data passar em branco. No artigo de hoje iremos conversar um pouco mais sobre o que são transtornos mentais, a Síndrome de Burnout que vem afetando profissionais por todo o país e como nós podemos cuidar melhor nossa saúde mental.

Transtornos mentais: o que são?

Normalmente caracterizados por uma junção de pensamentos, percepções, emoções e comportamentos, os transtornos mentais podem afetar o relacionamento interpessoal e até levar pessoas ao isolamento. Entre os distúrbios mais conhecidos estão a depressão, a ansiedade, o transtorno afetivo bipolar e a esquizofrenia. 

Ao contrário do que muita gente pensa, os transtornos mentais não são causados apenas por atributos individuais, como a dificuldade de filtrar os pensamentos ruins e administrar as emoções. Fatores sociais, culturais, econômicos, políticos e ambientais também podem contribuir para o desenvolvimento das doenças e abalar a estabilidade da saúde mental de pessoas por todo o planeta. 

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com maior número de pessoas que sofrem com ansiedade pelo mundo: são 18,6 milhões de brasileiros (9,3%) que lidam diariamente com a doença. Novos dados, ainda mais preocupantes, mostram que 86% da nossa população sofre com alguma questão mental, como a ansiedade e a depressão.

Saúde mental no trabalho: entenda a Síndrome de Burnout

A Síndrome de Burnout é um transtorno mental diretamente ligado ao excesso de responsabilidade, tensão emocional e situações desgastantes no ambiente de trabalho. 

Seus principais sintomas são o estresse crônico, esgotamento físico e mental. A Síndrome de Burnout, assim como os demais distúrbios, não escolhe idade, sexo e nem o nível hierárquico dos profissionais que atinge. Ela pode ocorrer qualquer profissão, principalmente aquelas que envolvam contato com o público externo, como é o caso dos setores de saúde, educação, comunicação, etc.

Um estudo realizado pela International Stress Management Association (Isma-BR), com profissionais da cidade de Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP) e com idades entre 25 a 65 anos, mostrou que 72% deles se sentem frequentemente estressados e que 32% dos entrevistados apresentavam sintomas da Síndrome de Burnout. 

Na Sodexo Serviços, nós nos preocupamos com o bem-estar e a Qualidade de Vida de todos. Além de possuir a Diversidade e a Inclusão como um dos nossos principais pilares de responsabilidade corporativa, fazemos questão de tratar todos os nossos colaboradores como indivíduos únicos e oferecer um ambiente corporativo seguro, saudável e que ofereça as melhores condições de trabalho para todos. 

Tratamento: cuidado e apoio fazem toda a diferença

Para cuidar, ainda mais, da saúde mental é indicado procurar um médico especialista e iniciar um tratamento medicamentoso e psicoterápico. No entanto, é indispensável que os pacientes se dediquem inteiramente ao processo de recuperação uma vez que, se interrompido por conta própria, oferece maiores riscos de intensificação dos sintomas da doença. Os tratamentos podem ser realizados em Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e ambulatórios especializados de cada cidade.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) também é uma ótima alternativa para ajudar no tratamento da saúde mental. A instituição oferece de maneira gratuita e totalmente anônima, apoio emocional e um trabalho diferenciado no auxílio da prevenção ao suicídio. Os contatos com o CVV podem ser realizados pelos telefones 188 (24 horas e gratuito), pelos postos físicos de atendimento ou pelo site www.cvv.org.br, via chat ou e-mail. 

Lembre-se: cuidar da saúde mental é tão importante quanto tratar qualquer doença. Não deixe que o preconceito alheio ou os tabus sejam maiores que a sua vontade de vencer. Conte com a gente. Juntos somos mais fortes que qualquer transtorno mental!

Leia mais

Todos os direitos reservados Webcompany